Vacine-se contra a gripe no Weinmann

O Weinmann disponibiliza a vacina quadrivalente contra a gripe, uma vacina inativada que protege contra quatro diferentes vírus influenza.

A vacinação é a principal estratégia de prevenção contra a gripe. Agende agora e vacine-se no Weinmann.

A gripe é uma infecção viral respiratória aguda e altamente contagiosa, facilmente transmitida de pessoa para pessoa.

Mais do que nunca, vivemos um momento de valorizar a nossa saúde e antecipar ações que ajudem a preservar o nosso bem-estar e o de toda a nossa família. É por isso que o Weinmann disponibiliza a vacina quadrivalente contra a gripe, uma vacina inativada que protege contra quatro diferentes vírus influenza. Ela pode ser aplicada em crianças acima de seis meses, adultos e idosos.

Pensando em oferecer os cuidados com a saúde para o maior número de clientes, o Weinmann oferece a vacina contra a gripe por um valor especial de R$65,00.

*Valor sujeito a disponibilidade de estoque, podendo ter reajuste sem aviso prévio.

É IMPORTANTE VACINAR-SE TODOS OS ANOS?
A vacinação é a principal estratégia de prevenção contra a gripe. Recomenda-se a vacinação anual, pois a proteção conferida pela mesma diminui progressivamente, especialmente seis meses após a aplicação. Além disso, os vírus influenza que circulam no ambiente variam ao longo do tempo e, dessa forma, a composição da vacina é modificada de um ano para o outro.


A VACINA É EFICAZ CONTRA O CORONAVÍRUS?
A vacina não previne a infecção pelo coronavírus, mas protege contra o vírus influenza, que pode causar infecções respiratórias graves, principalmente em crianças, idosos e pessoas com comorbidades.


UNIDADE WEINMANN ONDE VOCÊ PODE SE VACINAR:

  • Menino Deus – Rua José de Alencar, 573 – Menino Deus
  • Na sua casa ou onde preferir com o serviço de Coleta Domiciliar

 

IMPORTANTE

  • O pagamento é particular.


Para agendar basta entrar em contato telefônico clicando no número abaixo:

(51) 3314-3838.


Neste momento, a proteção é a sua melhor escolha.
Saúde inspira cuidado.


TIRE SUAS DÚVIDAS SOBRE A VACINA DA GRIPE NO WEINMANN:


Quando começará a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza?

No período de 12 de abril a 09 de julho de 2021.

 

A partir de que idade a vacina pode ser aplicada?

A partir dos 6 meses.


A dose é única?

Sim. Contudo, deve ser considerado o esquema de duas doses para as crianças de 6 meses a menores de nove anos de idade, que serão vacinadas pela primeira vez ou que receberam somente uma dose no passado, devendo-se agendar a segunda dose para 30 dias após a 1ª dose.

Todas as crianças entre 6 meses e 9 anos de idade (8 anos, 11 meses e 29 dias) que já receberam pelo menos duas doses da vacina trivalente/quadrivalente, mesmo que em anos diferentes, deverão receber somente uma dose.


Quais os eventos adversos com a vacina contra Influenza?

A vacina contra Influenza, assim como as outras vacinas que fazem parte do Plano Nacional de Imunização (PNI), pode provocar manifestações locais (dor no local da injeção, vermelhidão e enduração), que se resolvem geralmente em 48 horas.

Podem ocorrer ainda manifestações sistêmicas, como febre, mal-estar e dor muscular, que podem começar de 6 a 12 horas após a vacinação e persistir por um a dois dias.

A vacinação não agrava sintomas de pacientes asmáticos nem induz sintomas respiratórios.

 

E porque vacinar justo nesse período de Covid-19?

Para reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza, na população alvo para a vacinação, além de reduzir os sintomas que podem ser confundidos com os da covid-19.


Existe algum intervalo que devo seguir entre a vacina contra influenza e a vacina contra COVID-19?

Sim. Como ainda   não temos estudos de coadministração para a vacinação contra influenza e covid-19, não se recomenda a administração simultânea dessas vacinas. As pessoas contempladas no grupo prioritário para a vacinação contra COVID-19 e que ainda não foram vacinadas, administrar preferencialmente a vacina COVID-19 e agendar a vacina influenza, respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.


E posso receber a vacina contra influenza e outras vacinas, que não contra a Covid-19?

Sim, pode, procedendo-se as administrações com seringas e agulhas diferentes em locais anatômicos distintos.


Uso imunossupressor. Posso vacinar contra influenza?

Sim, apesar de poder reduzir a resposta imunológica. Isso não se aplica ao uso de corticosteroides utilizados na terapêutica de reposição, em tratamentos sistêmicos de curto prazo (menos de duas semanas) ou por outras vias de administração que não causem imunossupressão.


O que contém a vacina contra Influenza?

Conforme a Resolução-RE Nº 4.184, de 15 de outubro de 2020 da Anvisa, a vacina influenza trivalente utilizada no Brasil em 2021 apresenta três tipos de cepas de vírus em combinação: A/Victoria/2570/2019 (H1N1)pdm09; A/Hong Kong/2671/2019 (H3N2) e B/Washington/02/2019 (linhagem B/Victoria).

Já a tetravalente, disponível nas clínicas particulares de vacinação, apresenta quatro cepas:

  • A/Victoria/2570/2019 (H1N1)pdm09 (A/Victoria/2570/2019, IVR-215);
  • A/Hong Kong/2671/2019 (H3N2) (A/Hong Kong/2671/2019, NIB-121);
  • Tipo B/Washington/02/2019 (B/Washington/02/2019, tipo selvagem)
  • Tipo B/Phuket/3073/2013 (B/Phuket/3073/2013, tipo selvagem). Esta última corresponde ao diferencial entre essa vacina e a da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza.


Qual a principal diferença entre a vacina trivalente e a vacina quadrivalente?

A vacina quadrivalente contempla duas linhagens de vírus influenza B (Victoria e Yamagata), enquanto a vacina trivalente, contempla apenas uma destas linhagens.


Qual a importância de as vacinas quadrivalentes conterem as duas linhagens de vírus B? 

Desde o ano 2000 temos observado, em todo o mundo, inclusive no Brasil, a co-circulação das duas linhagens de vírus influenza B (Victoria e Yamagata) num mesmo ano. Nesse período, em cerca de 50% das temporadas de circulação do vírus, a linhagem B contida na vacina não foi coincidente com a que predominou como causa de doença na população. Este não pareamento pode reduzir consideravelmente o perfil de efetividade da vacina numa determinada estação.


Existe alguma contraindicação?

Sim, duas: crianças menores de 6 meses de idade e pessoas com história de anafilaxia a doses anteriores apresentam contraindicação a doses subsequentes.


Já tive Covid-19. Posso vacinar contra influenza?

Não há evidências, até o momento, de qualquer preocupação de segurança na vacinação de indivíduos com história anterior de infecção ou com anticorpo detectável pelo SARS-CoV-2.


E se eu estiver infectado (em período de incubação) ou estiver assintomáticas, posso vacinar contra influenza? 

Recomenda-se o adiamento da vacinação contra a influenza nas pessoas com quadro sugestivo de infecção pela covid-19 em atividade para se evitar confusão com outros diagnósticos diferenciais. Como a piora clínica pode ocorrer até duas semanas após a infecção, idealmente a vacinação deve ser adiada até a recuperação clínica total e pelo menos quatro semanas após o início dos sintomas ou quatro semanas a partir da primeira amostra de PCR positiva em pessoas assintomáticas.


Estou com febre. Devo adiar a vacina contra influenza?

Recomenda-se adiar a vacinação até a resolução do quadro, com o intuito de não se atribuir à vacina as manifestações da doença;


Tenho alergia a ovo. Posso vacinar contra influenza?

Para quem tem apenas urticária após ingestão do ovo, a vacina pode ser aplicada sem a necessidade de cuidados especiais.

Em pessoas que após ingestão de ovo apresentaram quaisquer outros sinais de anafilaxia (angioedema, desconforto respiratório ou vômitos repetidos), a vacina pode ser administrada, desde que em ambiente adequado para tratar manifestações alérgicas graves (atendimento de urgência e emergência). A vacinação deve ser aplicada sob supervisão médica, preferencialmente.


Tive síndrome de Guillain-Barré (SGB) no período de até 30 dias após recebimento de dose anterior contra influenza. O que fazer?

Recomenda-se realizar avaliação médica criteriosa sobre benefício e risco da vacina antes da administração de uma nova dose.

  • Está com sintomas sugestivos de infecção pela covid-19 em atividade: adiar a vacina contra Influenza, até que haja recuperação clínica total
  • Vacinas disponíveis contra Influenza:
  • Trivalente (faz parte da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza): A/Victoria/2570/2019 (H1N1)pdm09; A/Hong Kong/2671/2019 (H3N2) e B/Washington/02/2019 (linhagem B/Victoria)
  • Tetravalente (disponível nas redes privadas): A/Victoria/2570/2019 (H1N1)pdm09 (A/Victoria/2570/2019, IVR-215); A/Hong Kong/2671/2019 (H3N2) (A/Hong Kong/2671/2019, NIB-121); tipo B/Washington/02/2019 (B/Washington/02/2019, tipo selvagem) e B/Phuket/3073/2013 (B/Phuket/3073/2013, tipo selvagem).


Fonte: Grupo Fleury

02/05/2021